TV Heinze

 
{youtube}Der_zjAgGlg{/youtube}
 

Dirigentes de entidades representativas  do setor rural brasileiro se reúnem em Brasília nos dias 1 e 2 de março para chamar a atenção dos parlamentares sobre a necessidade de aprovação do relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB/SP) que propõe mudanças no Código Florestal Brasileiro. A coordenação do evento é da Frente Parlamentar da Agropecuária – FPA – por iniciativa do deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS), vice-presidente do colegiado.

A abertura dos trabalhos será realizada no auditório Nereu Ramos, no subsolo do anexo II da Câmara dos Deputados, a partir das 14 horas, do dia 1 de março.  Logo após, as lideranças classistas farão visitas aos gabinetes dos parlamentares para pedir apoio à matéria e a noite participam de uma reunião-jantar na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA.  Na quarta, pela manhã retomam os contatos com os congressistas e encerram as atividades com o almoço de posse da nova diretoria da FPA.

De acordo com o deputado Heinze a proposta com as modificações na legislação ambiental brasileira, aprovada na Comissão Especial do Código Florestal em junho de 2010, está pronta para ser incluída na pauta de votações da Câmara. O entendimento faz parte de um acerto da bancada ruralista com o presidente da Casa, deputado Marco Maia (PT/RS). “O momento é de mobilização, pois precisamos aprovar essas mudanças no mês de março”, garante.


{youtube}9-wRcbmiVKo{/youtube}

Após inúmeras reuniões com membros do governo federal, o deputado federal Luis Carlos Heinze (PP) explica quais as medidas foram anunciadas até agora para apoiar a comercialização do arroz da safra 2010/2011 e fala sobre o que pode sair até a próxima sexta-feira (25), véspera do evento que marca a abertura oficial da colheita do grão.

 
 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/bomdia.wmv{/wmvremote}

 

{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/record.wmv{/wmvremote}




 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/jornalnacional.wmv{/wmvremote}

 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/debatecodigof.wmv{/wmvremote}

O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS) participou do programa Câmara Hoje, da TV Câmara, e criticou a postura do Ministério Público Federal - MPF - que divulgou nota técnica contrariando o relatório do novo Código Florestal Brasileiro. Durante a entrevista, o parlamentar gaúcho também manifestou otimismo quanto a votação da matéria na Comissão Especial e destacou que os brasileiros precisam estar atento quanto aos interesses internacionais que estão envolvidos nesta temática.

 Download do vídeo

O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS) participou nesta semana do programa Brasil em Debate da TV Câmara. Na oportunidade, o parlamentar gaúcho falou sobre as discussões de reformulação do Código Florestal Brasileiro e a perspectiva de votação do relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), na comissão especial que analisa a matéria.
 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/debatecodigo.wmv{/wmvremote}

Heinze defende a necessidade de equilibrar a legislação com os aspectos sociais, econômicos e ambientais do país. Ele argumenta também que as áreas produtivas já consolidadas precisam ser mantidas e a obrigatoriedade dos produtores destinarem partes de suas terras para preservação melhor discutida.

 Download do vídeo