TV Heinze

{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/audienciamicheltemer.wmv{/wmvremote}

Parlamentares, lideranças representativas do setor orizícola e produtores rurais participaram de audiência com o presidente da República em exercício, Michel Temer, na manhã desta quinta-feira (14), em Brasília. O grupo cobrou um novo mecanismo para apoiar a comercialização do arroz, a interrupção das importações do Mercosul, a suspensão do pagamento dos empréstimos de custeios, investimentos e EGF´s e o repasse de 1,5 milhão de toneladas excedentes do grão para ajuda humanitária internacional e produção de etanol.

Leia mais

 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/arrozcomercializacao.wmv{/wmvremote}


O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento – Conab, Evangevaldo Moreira dos Santos, confirmou durante audiência com o deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS), na terça-feira (12), que o novo procurador do órgão irá analisar e apresentará uma solução, ainda nesta semana, para o credenciamento de armazéns no Rio Grande do Sul.
Leia mais
Fotos da reunião na Conab


 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/tabaco.wmv{/wmvremote}

 
O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Dirceu Barbano, assumiu nesta quarta-feira, 30, durante reunião com parlamentares e entidades representativas dos produtores e dos trabalhadores da cadeia do fumo que o órgão errou ao não ouvir o setor antes de publicar as consultas públicas 112 e 117 que propõem a proibição de aditivos na produção de cigarros e a propaganda interna em postos de venda. A iniciativa, caso transformada em legislação, afetará mais de 200 mil famílias que cultivam tabaco no país.

Leia mais

 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/videoarroz.wmv{/wmvremote}

O deputado Luis Carlos Heinze (PP/RS) detalha as últimas negociações com o governo federal para viabilizar recursos governamentais para apoiar a comercialização do arroz. Heinze destaca que as portarias que autorizam a realização de contratos de opção público e privado já estão prontas e devem ser publicadas no Diário Oficial da Uniãio na próxima semana. O parlamentar comenta ainda sobre o acerto que está promovendo com a Conab para o recadastramento de armazéns e sobre o fim das exigências das garantias impostas aos armazenadores.

{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/cflorestal.wmv{/wmvremote}

No vídeo o deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS) comenta sobre o trabalho que realiza na Câmara Conciliatória destinada a viabilizar a votação do projeto de lei que modifica o Código Florestal Brasileiro. O parlamentar comenta sobre as propostas que apresentou com o apoio da Farsul, Fetag, Federarroz, cooperativas e cerealistas para ajustar o relatório do deputado Aldo Rebelo.

Em áudio: Heinze fala sobre as negociações para aprovar o novo Código Florestal
Programação da Mobilização Nacional de Produtores de Alimentos
Programação da Mobilização Nacional de Produtores de Alimentos

 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/videoaudienciafumo.wmv{/wmvremote}

 
Na audiência pública da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados realizada na tarde desta terça-feira, 22, para debater a possível proibição de açúcares e aromatizantes na produção de cigarros, o diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa - José Agenor da Silva, foi enfático ao afirmar que não pretende recuar das propostas que restringem o uso de aditivos nos derivados do tabaco e vedam a publicidade no interior dos pontos de vendas.

Leia mais

 
{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/videodebateflorestal.wmv{/wmvremote}

 
{youtube}f0mIMlEW7yw{/youtube}
 
Na audiência pública da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados realizada na tarde desta terça-feira, 22, para debater a possível proibição de açúcares e aromatizantes na produção de cigarros, o diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa - José Agenor da Silva, foi enfático ao afirmar que não pretende recuar das propostas que restringem o uso de aditivos nos derivados do tabaco e vedam a publicidade no interior dos pontos de vendas.

Leia mais

 
{youtube}m3ClJqkNWA8{/youtube}



Pelo menos 250 lideranças do setor rural brasileiro participam, em Brasília, de um movimento pela aprovação do relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB/SP) que propõe mudanças no Código Florestal Brasileiro. Durante o encontro que marcou a abertura do evento, o grupo de dirigentes e de políticos ouviu da advogada da Frente Parlamentar da Agropecuária – FPA,  Samanta Piñeda, e do presidente da Comissão de Meio Ambiente da CNA, Assuero Veronez,  explicações sobre os temas mais polêmicos da proposta. Entre eles, os limites da mata ciliar e o artigo 49 do projeto que resgata o direito adquirido.

 Fotos da reunião

O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS) vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária – FPA – e coordenador do evento, disse que é necessário fazer um trabalho de esclarecimento, já que na atual legislatura houve uma renovação de mais de 40% dos parlamentares. “Vamos conversar com as bancadas, com as lideranças e buscar o apoio desses 230 novos deputados que tomaram posse no último dia 1º de fevereiro”.

Após o encerramento da reunião, os representantes dos produtores passaram a visitar os gabinetes dos parlamentares de seus estados. Ainda na terça-feira a noite participram de uma reunião-jantar na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA e na quarta-feira, pela manhã, retomaram a comunicação com os congressistas.

A previsão é de que a matéria seja votada na Câmra ainda neste mês.