TV Heinze

{youtube}V4xjUwqHdQE{/youtube}
 
O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior em exercício, Alessandro Golombiewski Teixeira, disse nesta quinta-feira (19.05), durante reunião ministerial conjunta com setores da indústria gaúcha, que o Brasil vai ser tolerante com a Argentina, mas duro nas negociações. “Vamos agir dentro da legalidade e do respeito às regras internacionais de comércio exterior, mas o governo está empenhado na defesa de nossas empresas”, destacou.

Leia mais

 
Hoje é um domingo muito especial. É o dia dedicado aquelas que são a base da família. Aquelas que são sinônimo de amor, carinho, afeto, felicidade, paz, porto seguro. Em nome da minha esposa Sandra, que é mãe e avó, deixo esta pequena homenagem a todas as mães do Brasil. Um abraço e um beijo no coração de cada uma delas. 
 
{youtube}w5lk0TTPfWE{/youtube}

 
{youtube}hEoZzPihE3I{/youtube}
 
Produzir etanol a partir do arroz é uma alternativa que está sendo estudada por técnicos da Secretaria de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura. A iniciativa foi proposta pelo deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS) e pela Federarroz, que se reuniram na última quinta-feira (05), com o secretário de Agroenergia, Manoel Bertone, para discutir o encaminhamento do projeto. Segundo Heinze, serão alguns encontros estratégicos até a formatação final de um texto baseado em estudos técnicos e científicos que caracterizem a viabilidade do grão como matriz energética.

Para o deputado o objetivo é assegurar renda aos agricultores, que contarão com um programa capaz de absorver até 3 milhões de toneladas excedentes de arroz. “Estamos otimistas com o projeto, pois contamos com o apoio do ministro Wagner Rossi e do secretário Bertone, que vão nos ajudar na elaboração do projeto até a sua apresentação a presidente da República, Dilma Rousseff,” declara.

ENDIVIDAMENTO DO SETOR - Em outra frente, Heinze negocia o refinanciamento das dívidas dos produtores de arroz. Ele solicitou ao assessor especial do Ministério da Agricultura, Gerado Fonteles, um levantamento detalhado dos débitos dos orizicultores.  De posse dos dados, o parlamentar pretende discutir a implantação de um programa de reescalonamento do saldo devedor do setor.

 
{youtube}qp9nicKdEF4{/youtube}
 
Apesar do adiamento da votação do Código Florestal Brasileiro para a próxima terça-feira (10), o deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS) considera que as negociações dos últimos dias avançaram para um consenso entre os que são favoráveis e os que se opõem a proposta. De acordo com o parlamentar, esse tempo é necessário para ajustar o texto apresentado pelo relator, deputado Aldo Rebelo (PCdoB/SP).

Leia mais



{youtube}oqXzMx66Q3U{/youtube}


Depois de várias mudanças e ainda sem consenso para votar o texto do deputado Aldo Rebelo (PCdoB) que propõe mudanças na legislação ambiental brasileira, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira, dia 3, o regime de urgência para analisar a matéria. O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS), único parlamentar gaúcho que compõe a Comissão Especial do Código Florestal, avalia a decisão como uma grande vitória do setor, porém, cobra mobilização para mudar alguns artigos do relatório.

Leia mais
Em áudio: Heinze pede mobilização para aprovar mudanças no Código Florestal
 
{youtube}VHAOBQDleL8{/youtube}

As dificuldades de armazenagem e a garantia do preço mínimo do arroz foram pauta de uma reunião liderada pelo deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS) com o presidente e diretores técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na última quinta-feira (28).  De acordo com o parlamentar gaúcho, são mais de 300 silos só no Rio Grande do Sul que enfrentam sérios problemas para renovar o contrato com a companhia. Uma decisão do Tribunal de Contas da União, com base na atual legislação, determinou a exigência de garantia mínima de 5% dos armazenadores sobre o produto estocado. Após uma longa discussão para se chegar a um acordo, ficou acertado que até a próxima semana a Conab apresentará uma proposta viável que atenda o setor.

Leia mais
Fotos da reunião na Conab


{youtube}nuHOuy_JVW0{/youtube}


Nós próximos dias 3 e 4 de maio, o plenário da Câmara dos Deputados irá analisar o relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB/SP) que propõe modificações na atual legislação ambiental brasileira.

O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS), único parlamentar gaúcho membro da Comissão Especial, chama a atenção sobre a importância do texto ser aprovado e pede apoio de toda a sociedade brasileira. Segundo ele, é necessário que a população se mobilize e cobre de seus deputados o voto favorável ao projeto de lei.

Heinze também sugere que representantes de entidades de classe, cooperativas, empresas cerealistas, produtores rurais, vereadores e prefeitos estejam presentes em Brasília na próxima semana para acompanhar a votação da matéria.



{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/audienciaagroenergia.wmv{/wmvremote}

O último encontro do dia foi com o secretário de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Manoel Bertone. O setor arrozeiro sugeriu a transformação do excedente do arroz produzido no país em bicombustível. De acordo com Heinze a proposta foi bem aceita e um encontro técnico deve ocorrer nos próximos dias.

Leia mais



{wmvremote}http://www.lcheinze.com.br/audienciaconab.wmv{/wmvremote}

Em prosseguimento a série de audiências em Brasília, o deputado Luis Carlos Heinze e a representação dos produtores de arroz, estiveram com o presidente da Conab, Evangevaldo Moreira dos Santos. Novamente foi solicitada a revisão da norma que impõe a obrigatoriedade de garantias aos armazenadores.

Leia mais