Os moradores de Erechim e de pelo menos outros 30 municípios da região encerram o ano com uma ótima notícia. As ações do deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS), por intervenção da suplente de vereadora Marines Rosa Ronsoni (PP), com a decisiva atuação do secretário adjunto da Saúde, Jackson Arpini, resultaram no reconhecimento da Associação Beneficente dos Receptores de Sangue de Erechim como entidade filantrópica.

A portaria 1.873/2017, que concede o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social – Área da Saúde – CEBAS - para o Banco de Sangue do Alto Uruguai Gaúcho foi publicada no Diário Oficial da União – DOU – na última sexta-feira, dia 8. Com a decisão, a instituição fica isenta das contribuições para a seguridade social e também poderá celebrar convênios e outras parcerias envolvendo custeio e investimentos com o poder público federal e estadual e outras iniciativas de fomento.

“Sem dúvida uma grande conquista. A partir de agora, além da economia, o Banco de Sangue poderá receber recursos governamentais. Praticamente um ano de trabalho intenso desde que formos procurados pela Marines e pelo Jakson e que agora se concretiza e se reverte em muitos benefícios para toda a população”, comemora Heinze.

A principal condição para conseguir o certificado é dedicar 60% dos leitos ao Sistema Único de Saúde (SUS). No caso do Banco de Sangue de Erechim, 75% da sua produção são destinadas a essa modalidade pública de atendimento. O certificado tem validade de três anos, desde a sua publicação.