Só no ano passado, 235 médicos previdenciários foram desligados do quadro de servidores do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS – média de 0,64 perito/dia. Dados do próprio órgão governamental, de março de 2017, demonstram que de um total de 1.560 agências da Previdência Social em todo o Brasil, 580 não possuem mais médicos peritos lotados.

A insuficiência de funcionários, que já compromete o atendimento e a eficiência da análise e da concessão de benefícios aos cidadãos brasileiros, levou o deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS) a denunciar o sucateamento da autarquia. Heinze cobrou a nomeação de todos os aprovados no último concurso público e a autorização de um novo certame para suprir as vagas de Perito Médico Previdenciário.

“Neste momento, há um déficit de mais de três mil servidores no INSS. Outros 10.342 técnicos, já aposentados, recebem abono para permanecerem na atividade. Ao todo, são mais de 19 mil cargos vagos. Em breve, se nada for feito, haverá um colapso nesse sistema e, novamente, o prejudicado será o cidadão brasileiro que depende do auxilio-doença, da pensão ou da aposentadoria para sobreviver”, afirma.  

No documento, o deputado Heinze pede ainda, de forma emergencial, que os servidores sejam remanejados para as agências sem profissionais e com maior concentração de concessões.

“Enquanto as nomeações não ocorrem é necessário realocar os funcionários. A população não pode ser penalizada pela falta de um serviço tão fundamental como esse. Recebo reclamações com frequência das grandes filas que idosos e doentes precisam enfrentar, isso quando não são obrigados a rodarem centenas quilômetros até outras cidades para serem atendidos e, quando conseguem, sofrem com o atraso no pagamento dos benefícios”, reclama. 

O requerimento de indicação deputado Luis Carlos Heinze – INC 3.866/17 – foi protocolado na mesa diretora da Câmara dos Deputados na última terça-feira, dia 15 de agosto, e será agora encaminhado à presidência da República e aos ministérios do Desenvolvimento Social e Agrário e do Planejamento.