Um pedido de esclarecimento foi solicitado pela Comissão de Agricultura para a Petrobrás, referente à compra de 50% das ações da BSBios Passo Fundo e de 50% da unidade de Marialva. O tribunal de Contas da União (TCU) deve concluir uma auditoria para apontar se os valores estão dentro da normalidade ou se estão acima do que as unidades realmente valem.

Conforme o deputado federal Luiz Carlos Heinze, que enviou o pedido, a comissão requer informações acerca dos valores empregados na compra das duas unidades. “Os valores que tínhamos em razão da compra feita em Marialva era de R$ 35 milhões e dois ou três meses depois, ela foi vendida por R$ 55 milhões para os 50%. Entendemos que ali vale R$ 110 milhões, o que é um valor alto e por isso buscamos mais informações. Na questão de Passo Fundo, foram vendidos os 50% por R$ 200 milhões e, então, deveria estar valendo R$ 400 milhões a planta”, comenta ele.

Segundo o deputado, a dúvida é se realmente as unidades foram vendidas pelo valor real ou se tiveram supervalorização. “Tem avaliações que dizem que valem o valor pago, mas conversando com cooperativas, cerealistas, indústrias de biodiesel e indústrias de esmagamento de soja, as pessoas com as quais conversamos, entendem que este é um valor alto e queremos saber quais os critérios que a Petrobrás adotou para comprar os 50% da BSBios Passo Fundo e os 50% da BSBios Marialva por esse valor”, constata.

Pedido da comissão

Segundo Heinze, a Comissão de Agricultura teve um debate em dezembro do ano passado com o então presidente da Petrobrás, Miguel Rosseto, e, ainda em dezembro, a comissão debateu o assunto. “Agora encaminhamos a matéria ao TCU que tem mais condições de avaliar, estão vendo a correção ou não desses valores pagos pela Petrobrás. O que imagino, pelos contatos que fiz e conversa com pessoas do ramo, é que os valores foram elevados. As empresas dizem que teve uma consultoria que fez a avaliação. Esse é entender deles, mas estamos no direto de pedir informação”, comenta ele, enfatizando que o TCU está fazendo a auditagem, junto a todo o processo que vem ocorrendo em relação a outras compras da indústria.