A Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 12, o requerimento de convocação do ministro chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, para prestar esclarecimentos sobre a política indigenista do governo federal. O requerimento de autoria do deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS) foi aprovado por 25 votos favoráveis e 10 contrários, do PT e PMDB. 
Os partidos que votaram contra queriam transformar a convocação em convite. Gilberto Carvalho teria aceitado participar da audiência como convidado no próximo dia 20 de junho (quinta-feira). No caso da convocação, a audiência deve ocorrer dentro de 30 dias.
O deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB-MS) argumentou, em defesa da convocação, que o ministro Gilberto Carvalho precisa explicar a declaração de que a presidente Dilma teria dito ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que teria sido melhor a Polícia Federal (PF) não ter cumprido a desocupação da Fazenda Buriti, em Sidrolândia (MS), onde morreu um índio vítima de tiro.