Com a preocupação do setor agrícola sobre as diferenças entre os países membros do bloco econômico, a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) colocará em debate o tema no ciclo de palestras Agricultura e Debate, no Senado Federal. Será amanhã, dia 15, às 14h.
 
Este é o terceiro tema debatido. Os dois primeiros foram sobre a regularização fundiária e endividamento no setor agrário. O debate de amanhã tem como objetivo avaliar a questão das assimetrias do MERCOSUL e seus impactos na agricultura brasileira, com a presença dos seguintes convidados: o deputado federal Luiz Carlos Heinze; o embaixador e diretor do Departamento do MERCOSUL do Ministério das Relações Exteriores (MRE), Bruno Bath; a secretária de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Tatiana Lacerda Prazeres; o vice-presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil e diretor conselheiro da Federação das Associações Rurais do Mercosul, Carlos Rivaci Sperotto.
 
A proposta foi apresentada pela senadora Ana Amélia Lemos (PP/RS) para debater e encontrar soluções com objetivo de resolver as diferenças comerciais e a concorrência desleal existentes entre os países do MERCOSUL. “As assimetrias têm um impacto muito grande sobre a agricultura, especialmente em toda a região sul do Brasil”, declarou a senadora.
 
Participação Popular
O cidadão interessado em participar deste debate e tirar suas dúvidas, através de perguntas sobre a concorrência desleal que envolve os países do MERCOSUL. Estarão disponibilizados através do Alô Senado o número de telefone 0800-61-2211, pelo qual qualquer pessoa, de qualquer aparelho telefônico, seja celular ou orelhão mais próximo, pode efetuar a ligação; o formulário na página da internet (http://www.senado.gov.br/senado/alosenado/fale_senado.asp), pode ser preenchido com as informações básicas e a pergunta e através do twitter: @alosenado.