Luis Carlos Heinze (PP-RS) pediu ao governo federal celeridade na operacionalizaçõ das autorizações de aquisição direta para o plantio de arroz no sul do País. “O desespero dos agricultores aumenta com a falta de fiscais para vistoriar os armazéns de arroz no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, pois eles não sabem se vão vender a tempo toda a safra”, disse o deputado. Heinze pediu ainda que a Companhia Nacional de Abastecimento, as indústrias e os supermercados sustentem o preço justo para os arrozeiros.